AnimeXD – dias 08, 09 e 10 de agosto

Esse será um texto completamente parcial, muito mais parcial do que os outros que escrevo, afinal o AnimeXD é quase como um filho para mim, o qual eu fico gerando por algumas semanas até ele nascer para o mundo. Literalmente.
O 4º AnimeXD aconteceu e pela primeira vez num espaço da prefeitura, o que acarretou uma série de burocracias. Era um troca-troca de papéis que só vendo para crer. Houve falhas, como qualquer outro evento, muitas delas só visíveis para os envolvidos na organização da coisa toda.
O mais mágico de organizar um evento é notar como o local vai enchendo em pouco tempo. Em 1h o público aumenta muito, mas muito mesmo. E daí já vale todo o esforço, dedicação e cansaço que fica acumulado de muitos dias.

No mais, estou muito satisfeita com o evento, a cada experiência aprendemos coisas novas e tentamos aprimorar o AnimeXD. Confesso que o XD está chegando no formato que eu gostaria que chegasse, salvo alguns detalhes. Gosto muito de eventos bastante integrados, nos quais haja um palco bastante visível para todos os visitantes, como aconteceu no Memorial de Curitiba.

E claro, eu só tenho a agradecer à todos que foram ao AnimeXD e fizeram dele um maravilhoso momento na minha vida! Espero, do fundo do coração, que tenhamos proporcionado momentos maravilhosos para todos vocês também!
—–

Okaeri Japan – dias 02 e 03 de agosto de 2008

Eis que saiu o evento. Depois de pelo menos umas três tentativas frustradas de realizar um evento de cultura pop japonesa em Curitiba, acontece o Okaeri Japan. Eu diria que o evento foi bom, apesar de todos os pesares.

Infelizmente o evento foi um desperdício. Um desperdício de tudo um pouco, de esforço, de dinheiro e de espaço. Não é nada fácil organizar um evento e a maior satisfação para os organizadores é simplesmente que as pessoas compareçam, prestigiando assim tudo o que foi feito e pensado especialmente para eles. Só que não foram muitas pessoas. Podem dizer qualquer coisa, eu estava lá e acompanhei parte da organização bem antes do que muita gente.

Para que um evento seja legal, divertido, bacana, supimpa e todas essas coisas, ele precisa ter pessoas. Não para virar um tumulto, muito menos a ponto de virar um “encoxa evento”, mas apenas e tão somente para que as pessoas possam se encontrar. No caso da nossa tribo (afinal, faço parte dela também), não encontramos tais pessoas pelas ruas, na escola, faculdade ou trabalho. Nos encontramos em eventos, basicamente. E é MUITO legal quando você encontra aqueles caras que faz sei lá quanto tempo que você não vê. E é por isso que as pessoas saem do evento e vão dizer que ele foi legal. As atrações podem ser ótimas, podem haver milhares de animes para se ver no local, mas se não fossem as pessoas presentes… Com certeza não teria a mesma graça.

Por isso eu volto a dizer: o evento foi bom, só que poderia ter sido muito melhor se melhor divulgado. E para má divulgação não há desculpa, foi uma falha do organização.
—–

Show de Kazufumi Miyazawa com a banda Ganga Zumba – dia 22 de julho de 2008

Olha, quem não foi REALMENTE perdeu um show maravilhoso. Foi muito além das expectativas de todos, muito animado e caliente! Isso mesmo, porque a banda Ganga Zumba tem várias influências latinas, inclusive porque 4 dos seus integrantes são latinos, sendo 2 deles brasileiros.
Mas tudo bem, se você não soube do show, não fique muito triste. Ele foi mal divulgado mesmo.

Espero que ninguém me bata por estar dizendo isso aqui, porém acredito que seja necessário dizer. O show foi basicamente divulgado dentro da comunidade japonesa que já não deve estar tão empolgada assim com as comemorações do centenário, afinal boa parte da comunidade nipônica está o ano inteiro trabalhando nisso. Enquanto isso o restante da população está cada vez mais encantada com os japoneses, sua cultura e tudo mais. É por isso que tenho certeza que uma divulgação “de dentro para fora” teria feito com que o Teatro Guaíra ficasse lotado.

Pois é, paciência. Fico feliz por pelo menos ter visto um show tão maravilhoso ao vivo e também por ter um CD autografado pelo Miyazawa. Para quem não sabe, Kazufumi Miyazawa é o compositor e interprete da música “Shima Uta”, bastante conhecida entre os jovens devido ao matsuri dance.

Assista ao vídeo Ganga Zumba – Wonderful World

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *