Cemitério Japonês Tama Reien - Tadaima! Curitiba

Caminhando para o cemitério japonês Tama Reien

Cemitério Japonês Tama Reien - Tadaima! Curitiba
[ad#ad-1]

No início de novembro, ainda no outono, decidi pegar minha câmera, sair para caminhar e ver no que daria. Aconteceu que, cinco minutos depois eu entendi porque estátuas estranhas, flores, pedras que pareciam lápides e outras coisas “incomuns” eram vendidas nos arredores da universidade: a cinco minutos dali havia um cemitério japonês.

Não me interprete mal, mas eu sempre tive uma atração por cemitérios. Quando eu fui para Morretes certa vez, saí para caminhar sozinha e fiquei fotografando o cemitério lá. No Japão não poderia ser diferente, eu queria ver um cemitério japonês de perto, mas não fazia idéia de onde encontraria um. Foi o destino.

A imagem que eu tinha de cemitérios japoneses eram terrenos pequenos amontoados de pedaços de madeira com algo escrito, cheios de gatos, locais rebaixados e escuros. No entanto, para a minha surpresa, encontrei um lugar enorme, que mais parece um parque a primeira vista, dividido por setores, cheio de ruas e árvores.

Cemitério Japonôes Tama Reien

Tama Reien (多磨墓地)

O Cemitério de Tama tem 128m² de extensão e fica localizado na região metropolitana de Tóquio, na cidade de Fuchu. Foi fundado em 1923, pouco antes do terremoto de Kanto. Cerca de 50% do cemitério é área verde e 1600 são árvores de sakura, fazendo do local um ponto turístico famoso na época do hanami. A árvore mais velha da cidade de Fuchu, uma cerejeira someyoshino, tem 80 anos e está dentro do cemitério.

Japoneses e Religião

Existem duas religiões predominantes do Japão: o shintoísmo e o budismo. Basicamente, para diferenciar as duas ao ver as fotos, as “lápides” com portões são shintoístas e as com estátuas de jizô são budistas. Só não se assuste se você ver tudo misturado, porque é assim mesmo.

[ad#ad-2-middle]

O Gato Japonês

Como não poderia deixar se ser, encontrei um gato no cemitério. No silêncio que se aproximava de uma meditação, segui os miados e os barulhos de uma sacola (que não tem nada a ver com a história nem com o gato, só quebrava o silêncio) e encontrei o meu amigo peludo de olhos puxados. Ele é uma gracinha mesmo, não acha?

Cemitério Japonôes Tama Reien

Se você quiser ver todas as fotos, deixo o slideshow da minha visita ao cemitério, com fotos da caminhada até a minha despedida do lugar – que inclui o Mickey e o Anpan!

Veja mais fotos do Japão nos artigos abaixo
Algo Sobre o Outono [parte II]
Ookunitama Jinja matsuri
Um Passeio em Shinjuku
Algo sobre o Outono
Um pouco da vizinhança

Para ver mais fotos tiradas por mim, visite meu Flickr

[ad#ad-1]

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *