Haru Matsuri

Corte do Palco Jovem do Haru Matsuri 2008

Soube hoje que não haverá Palco Jovem no Haru 2008. A explicação dada é o corte de gastos, mas eu acabei ouvindo outras histórias sobre tal fato que logo confirmarei.

Enfim, no lugar do palco seria colocado um espaço “cobertinho” para a realização de atividades que não necessitem a participação do público em geral, sendo selecionadas as “melhores” atrações jovens a serem realizadas no palco principal.

Pois é, foi uma grande besteira feita pela organização do evento. Não sei ao certo o que eles pensam de todos esses jovens que vão até os matsuris exatamente para curtir as atrações do palco jovem. Me pergunto se a organização acha que nós (claro, estou incluida na brincadeira) causamos algum tipo de problema, se somos baderneiros nos eventos… Ah, já não sei mais o que pensar. Vou perguntar na fonte daí escrevo mais um pouco.

A troca do palco para um espaço muito menos privilegiado e visível com certeza deixa margem a pensamentos como “os jovens não merecem um palco só pra eles”. E olha que tinha muita gente que lutava pra fazer algo lá. A cada evento que se passava íamos arrumando as coisas, aprendendo com as novas experiências. Ninguém nunca foi pago pra estar lá, ajudamos porque gostamos. Noto agora que toda a luta foi em vão, simplesmente.

Aliás, quase um ato de caridade dar-nos um espaço coberto, já que em todo Haru chove, não é mesmo?

P.S.: Leia a continuação da saga do Palco Jovem no Haru Matsuri 2008

Sobre o(a) autor(a)

Mylle Silva

Sou escritora, roteirista e artesã. Apaixonada pela cultura japonesa, vivo com ela uma relação de amor e ódio desde 1996. Tento sobreviver entre palavras (www.oficinadeescrita.com.br) e encomendas (www.nhom.com.br)

Deixe um comentário

Clique aqui para comentar

Minhas identidades secretas

Oficina de Escrita - para escrever mais e melhor
 

Oficina de Escrita - para escrever mais e melhor
 

Botons Nhom - Presentes Memoráveis