Cultura Japonesa

7 costumes japoneses considerados misteriosos

Intrigantes e curiosos, quem nunca se perguntou a origem de alguns costumes japoneses? Desculpas ao se cumprimentar, silêncio nos trens e longas despedidas são atitudes encontradas apenas no Japão

Todos sabem que o Japão é um país atípico e, por isso, é tão amado, estudado, observado e odiado por aí. Independente da sua opinião, o fato é que realmente existem alguns costumes que só funcionam por lá e que, muitas vezes, nos transmitem um ar de mistério e dúvida. Se você acompanha animes, mangas, doramas ou até mesmo sente vontade de viajar para o Japão, confira a lista com alguns costumes japoneses considerados misteriosos (ou até mesmo antagônicos) para nós, ocidentais.

costumes japoneses considerados misteriosos

1. Ficar esperando (ou até mesmo se despedindo) até que a visita esteja fora do campo de visão

Seja depois de uma visita, ao sair de um hotel, restaurante ou mesmo no ambiente de trabalho: os japoneses se curvam e ficam parados enquanto a pessoa segue o seu caminho. Aliás, ficam assim por muito tempo, até que não seja mais possível enxergar o antigo visitante. Mas por que eles ficam tanto tempo assim?

Segundo a crença popular dos japoneses, aguardar enquanto alguém vai embora denota respeito e decoro, além de demonstrar hospitalidade. Já de acordo com a espiritualidade japonesa, os encontros entre as pessoas são ocasiões únicas e aguardar enquanto o outro vai embora seria uma forma de expressar o sua tristeza pela separação.

costumes japoneses considerados misteriosos

2. Curvar-se e dizer “sumimasen” (me desculpe/com licença) ao cumprimentar alguém

Quem, no mundo, pede desculpas ao invés de dizer “oi, bom dia”? Os japoneses, claro. Mas não se preocupe, não é assim tão dramático, são apenas situações formais e de respeito. Ao curvar-se e dizer “sumimasen”, os japoneses demonstram respeito e humildade aos seus companheiros, muitas vezes reconhecendo que os outros são melhores que ele e se colocando abaixo de todos.

A sociedade japonesa é verticalizada, ou seja, todos os aspectos que permeiam a cultura são de respeito a quem está acima de você na hierarquia. Portanto, é para eles é normal reconhecer e ficar no lugar que lhe pertence sem pestanejar.

costumes japoneses considerados misteriosos

3. Sentar-se com as pernas cruzadas é falta de educação

Como eu disse no item anterior, os japoneses sabem se manter em seu lugar na hierarquia. Cruzar as pernas em público em situações formais ou de trabalho é considerado rude porque denota que a pessoa está “se achando” mais do que pode – afinal, está sentado de qualquer jeito, despojado, jogado na cadeira.

Há uma frase que diz “Se você apontar o seu pé para alguém, ele não será capaz de dormir”. Oras, como assim apontar o pé? Historicamente o Japão é o país do tatami, no qual você senta em seiza (正座) , com os pés escondidos e a coluna ereta.

costumes japoneses considerados misteriosos

4. Etiqueta nas reuniões para beber (nomikai)

Nunca deixe um copo vazio (ainda mais se for de cerveja) se você estiver com um japonês, ainda mais se ele for o seu subordinado. A etiqueta japonesa diz que, se o seu copo está vazio é porque você quer beber mais! Simples, não?

Se quiser saber mais, fiz todo um post sobre a minha experiência em nomikai com os meus amigos enquanto eu estava no Japão.

costumes japoneses considerados misteriosos

5. Ninguém fala ao telefone (ou mesmo entre si) enquanto está no trem

É muito comum e admirável ver como os japoneses, apesar de viciados em telefone, não o usam para conversar enquanto estão no trem. Para eles, falar em público sobre assuntos particulares é uma grande falta de educação, por isso é muito raro mesmo ver alguém conversando no keitai e andando por aí como acontece aos montes no Brasil. Inclusive o próprio sistema de transporte público tem mensagens específicas pedindo para que os usuários tirem o som do celular enquanto estiverem dentro do trem. E todos respeitam.

costumes japoneses considerados misteriosos

6. Não coma enquanto anda

Tá, tudo bem, comer e andar é meio farofeiro em qualquer cultura, mas os japoneses sempre têm uma boa explicação para as suas regras de etiqueta. Para eles as refeições são momentos importantes nos quais você se senta para comer, reserva um tempo do seu dia para isso – e não algo que você faz enquanto anda por aí. Agora imagina o impacto causado com a chegada dos fast food na década de 70…

costumes japoneses considerados misteriosos

7. Carregue sua toalhinha ou fique com as mãos molhadas

Não há explicação aparente, mas boa parte dos banheiros públicos no Japão não possui toalhas de papel ou mesmo secadores automáticos para as mãos. Sendo assim, a solução para não ficar com as mãos molhadas é carregar a sua própria toalhinha de mão – que é bem útil também para enxugar o suor do verão de 40º que faz por lá.

Fonte: Tsunagu Japan

Sobre o(a) autor(a)

Mylle Silva

Sou escritora, roteirista e artesã. Apaixonada pela cultura japonesa, vivo com ela uma relação de amor e ódio desde 1996. Tento sobreviver entre palavras (www.oficinadeescrita.com.br) e encomendas (www.nhom.com.br)

13 comentários

Clique aqui para comentar

  • Bem, eu já usei em português a expressão “me desculpe” com o sentido de “com licença”.

    “Me desculpe, você saberia me informar como chego a rua tal?”
    OU
    “Com licença, você saberia me informar como chego a rua tal?”

  • Na maioria dos sanitarios – toilet – publicos no Japão, de onde voltei na semana passada, existem secadores de mãos com ar quente. Em alguns sanitários, já existe um secador de mãos por lavatório. Nem pensar em toalhas de papel.

  • Eu moro no Japão a 15anos estudei aqui é tudo mais ,e acho normal pedi desculpa quando for perguntar alguma coisa ao estranhos, os japoneses fala com educação quando vai falar com mais velhos e com estranhos por costumes de respeitar os mais velhos ,mais quando vai perguntar para um (colega ou parente) não precisa dizer “sumimassen”

  • Eu fiquei em Tokyo entre de 2011 a 2012 e saí várias vezes dos banheiros das estações com as mãos molhadas por não estar preparada com um toalhinha na bolsa.

  • gostaria muito de saber algo sobre o costume de deixar alimentos nos túmulos dos nossos entes queridos , o porque e como devemos fazer…

  • Na minha opinião, deixar o copo com um pouco de bebida, de qualquer tipo mesmo não alcoólica, é falta de respeito e desperdício, porque parece que a pessoa não gosta da bebida. Tanto que se alguma visita deixa um gole da bebida no copo me dá raiva, mas sei lá, cada um com seu costume…
    Já o costume de se despedir, eu sempre fiz. Pra mim, parece que se a pessoa se despede e sai, ou entra em casa assim que o outro saiu, a pessoa já esperava que o visitante fosse embora antes mesmo de ele ir, e quer se ver livre da visita.

Minhas identidades secretas

Oficina de Escrita - para escrever mais e melhor
 

Oficina de Escrita - para escrever mais e melhor
 

Botons Nhom - Presentes Memoráveis