Eventos

Curitiba recebe pela primeira vez Video Games Live

Milhares de jovens de diversos países — como Estados Unidos, Canadá, Taiwan, Inglaterra, Nova Zelândia, e Coréia — já lotaram casas de espetáculos para ouvir música clássica. No repertório, nada de Beethoven, Vivaldi, Bach ou Mozart. Apenas trilhas sonoras de vídeo games. Assim é o Vídeo Games Live (VGL), maior evento de game music do mundo que estréia em Curitiba no Teatro Positivo no dia 02 de outubro, com organização da Conexão Cultural.

O Vídeo Games Live tem o impacto de um concerto, com direito a orquestra e coral, mas com a vibração de um show de rock, com laser e projeção sincronizada de cenas dos games mais famosos da história. Idealizado pelos compositores de game music norte-americanos Jack Wall e Tommy Tallarico, o evento tem o objetivo de aproximar a música eletro-sinfônica da nova geração. “A interatividade e animação do Vídeo Games Live faz com que os jovens tenham uma percepção diferente do que é uma orquestra. E os não-jogadores ficam impressionados com a vibração e emoção das trilhas de games”, conta Tallarico.

Em cada país, o evento conta com a participação de uma orquestra local. Em Curitiba, a Symphonia Villa Lobos interpretará as mais famosas trilhas do universo do game music tais como Mario Bros, Zelda, Halo e Sonic, incluindo sucessos de Final Fantasy como One Winged Angel. Uma das atrações do evento é o pianista americano Michael Gluck, conhecido como “Piano Squall”. Ele é o primeiro musico independente a lançar um CD solo de piano apenas com musicas de vídeo game e anime, com objetivo de arrecadar fundos para organizações beneficentes.

O Vídeo Games Live terá ainda torneio de Guitar Hero e concurso de cosplayers. A realização e a produção do evento são da empresa carioca Conexão Cultural, dirigida por Sérgio Murilo Carvalho, empresário com mais de 20 anos de experiência no segmento de entretenimento. O patrocínio máster é da Petrobras.

(esse texto é o Press Release do evento)

Sobre o(a) autor(a)

Mylle Silva

Sou escritora, roteirista e artesã. Apaixonada pela cultura japonesa, vivo com ela uma relação de amor e ódio desde 1996. Tento sobreviver entre palavras (www.oficinadeescrita.com.br) e encomendas (www.nhom.com.br)

Deixe um comentário

Clique aqui para comentar

Minhas identidades secretas

Oficina de Escrita - para escrever mais e melhor
 

Oficina de Escrita - para escrever mais e melhor
 

Botons Nhom - Presentes Memoráveis