Esse foi um post que escolhi deixar para bem perto do Mini Matsuri de novembro exatamente pela sua importância. Desde setembro, quando a Praça foi reaberta e voltou a receber os Mini Matsuris, muitas garrafas de bebidas foram encontradas no final do evento. E não são só de cerveja não, muito pelo contrário.

Acredito que a foto ao lado exemplifica muito bem o que está acontecendo. Algumas pessoas têm entornado litros inteiros de álcool e acabam passando mal durante a feira.

Por isso eu gostaria de fazer um pedido: se você conhecer alguém que passe dos limites, tente fazer com que ele pare. Isso fará bem tanto para ele quanto para o futuro dos Mini Matsuris, que tem passado por alguns problemas devido às bebedeiras alheias.

Vale lembrar que o policiamento será reforçado e também serão colocadas várias lixeiras na Praça do Japão para que o lixo seja jogado no lixo. Além disso, haverá uma decoração singela mas que promete dar um novo charme ao evento.


Mylle Silva

Sou escritora, roteirista e artesã. Apaixonada pela cultura japonesa, vivo com ela uma relação de amor e ódio desde 1996. Tento sobreviver entre palavras (www.oficinadeescrita.com.br) e encomendas (www.nhom.com.br)

1 comentário

Jack Wade · 12 de novembro de 2008 às 13:41

Concordo, estava eu com minha namorada sentados embaixo de uma arvore quando um cara caiu do nosso lado com uma garrafa de vinho e vomitando, depois disso os amigos dele deixaram ele de barriga pra baixo e se vomitando inteiro, tem necessidade de beber o suficiente para ter um coma alcólico para se divertir ????
E quando fui ao mercadorama varios menores de idade comprando bebida pra caramba com a ajuda de um amigo que era de maior tipo em vez de mini matsuri devia se chamar “tubão fest”
Alem de tuddo isso poluem a praça do japão recem revitalizada e estragão a imagem desse tipo de eventos .

Felipe “L”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *