Eventos

Kikunokai – dia 18 de setembro de 2008

Eu poderia resumir em apenas uma frase: foi um grande espetáculo. É nessas horas que eu me convenço que existem obras de arte que se movimentam, no mais puro sentido da expressão. Características japonesas como cuidados com os mínimos detalhes ou coreografias minuciosamente decoradas são essenciais numa apresentação como a realizada pelo grupo Kikunokai.

Dentre as danças tradicionais japonesas apresentadas é possível citar “Dança do Japão” (“Umi Haruka Nippon o Odoru”), “Prelúdio de Tempestade” (“Arashi No Jokyoku”), a “Canção dos pescadores de Akita” (“Akita Funakata Bushi”) e a “Dança da espada do Ogro” (“Onikenbai”). Além disso, foi realizada a apresentação de teatro Noh Kyoogen (teatro cômico clássico japonês).

A cortina só se fechou depois de duas “ameaças”. Os dançarinos brincavam com o público, fizeram com que todos aplaudissem de pé para então voltarem a dançar. E quando os espectadores esvaziavam o teatro, os artistas cumprimentavam e tiravam fotos com quem quisesse.

Um espetáculo como esse enche os olhos e nos deixa sem palavras. Por isso deixarei que as imagens falem por mim. =D

Sobre o(a) autor(a)

Mylle Silva

Sou escritora, roteirista e artesã. Apaixonada pela cultura japonesa, vivo com ela uma relação de amor e ódio desde 1996. Tento sobreviver entre palavras (www.oficinadeescrita.com.br) e encomendas (www.nhom.com.br)

Deixe um comentário

Clique aqui para comentar

Minhas identidades secretas

Oficina de Escrita - para escrever mais e melhor
 

Oficina de Escrita - para escrever mais e melhor
 

Botons Nhom - Presentes Memoráveis